Como aumentar a lucratividade em uma franquia?

Na maioria dos casos o franqueado não tem autonomia sobre os preços, pois eles são determinados pelos franqueadores. Encontrar soluções para aumentar a lucratividade tem que ser um exercício de muita criatividade.

Muitos empreendedores calculam a margem de lucro de um produto de maneira simples: preço de venda menos custo do produto. Mas essa simplicidade pode ser enganosa, pois ficam de fora dessa conta itens importantes, como as despesas variáveis com impostos, royalties, fretes e comissões.

Desprezar esses custos pode trazer uma falsa impressão de sucesso. É preciso considerar também as despesas fixas. Elas devem ser acrescentadas, garantindo que parte da receita com a venda do produto contribua para cobri-las.

Diante da competitividade em que preço é um fator decisivo na hora da venda, muitos empresários lutam para ampliar a margem de lucro sem aumentar o valor final do produto ou serviço, apenas reduzindo despesas. É possível, mas não é uma tarefa fácil. Uma a empresa tem pouco poder de diminuir as despesas variáveis (imposto, taxas de cobrança, comissões, royalties e fretes), que incidem em cada venda ou serviço prestado.

A solução primária é diminuir custos. Outra maneira é ganhar em escala, aumentando as vendas, para que as despesas fixas tenham menor representatividade sobre o faturamento. Mas isso só é valido se não impactar a produção.

Conceder descontos aos clientes é boa política para aumentar as vendas, mas é preciso observar alguns aspectos. Ao definir o percentual de desconto para um produto ou serviço, tome cuidado para que a margem de contribuição não fique muito baixa ou negativa.

A concessão de descontos pode ser uma estratégia inicial para atrair clientes e formar carteira, mas com o tempo deve ser feita de forma bem planejada para não se tornar um hábito que só traz mais prejuízos.


Downloads