Como fazer para conhecer o mercado?

A primeira recomendação para os empreendedores é que eles devem, antes de mais nada, conhecer o mercado em que irão atuar. Básico, mas nem sempre realizado. Conhecer o mercado não é apenas dar uma volta no quarteirão e identificar potenciais concorrentes. É preciso saber mais, muito mais.

Com um mercado cada vez mais ágil e competitivo, a elaboração de um planejamento estratégico sólido e com visão em longo prazo é essencial para todas as empresas.
No caso de pequenos e médios empreendedores, o estudo da concorrência e o entendimento dos cenários pode ser tornar um diferencial competitivo, além de trazer possíveis soluções para o negócio.

Para estudar a fundo o contexto em que a empresa se encontra, é muito utilizada atualmente a chamada análise SWOT, ou matriz FFOA (Forças, Fraquezas, Oportunidades e Ameaças), em português. Esse formato, além de ser simples, permite uma análise profunda que mostra dados essenciais para a construção de um bom plano de negócios.

Outro fator muito relevante no contexto do empreendedorismo é o conhecimento dos consumidores: saber com quem a empresa se comunica e entender as necessidades que a pessoa/empresa tem é vital.

Uma forma de adquirir esse conhecimento é por meio de um estudo de melhores práticas, o benchmark, com outras empresas que mantenham atividades e processos que se destacam no mercado a fim de criar a melhoria interna e também para desenvolvimento de vantagens competitivas para ganhar e fidelizar mais clientes.
Por isso, entender quem é o seu público e o tipo de solução que ele procura é a melhor maneira de desenvolver soluções inovadoras.

Quando se têm claro os objetivos e propósitos da empresa, o conhecimento do mercado de atuação, processos bem definidos, o entendimento do público consumidor e motivação para alcançar os sonhos, o sucesso se torna apenas uma consequência.


Downloads